Revestimento para Taiko

Este material foi desenvolvido com a experiência obtida pelo grupo Shimadaiko de Florianópolis nos dias que antecederam a apresentação do desfile de escolas de samba do Carnaval 2008 de Florianópolis. Nos dias que antecederam o desfile, uma chuva forte ocorreu na cidade e provocou uma reunião emergencial entre as autoridades para tomar decisões sobre o evento. O desfile ocorreu naturalmente e a escola de samba Copa Lord (cujo grupo Shimadaiko participou da bateria) sagrou-se campeã, com notas máximas em todos os quesitos.

1) Metodologia

Foram planejados revestimentos para o couro e o cilindro do taiko de forma que não perdessem a caracterização estética e não diminuissem de forma drástica a sonorização. Estes revestimentos tiveram como objetivo proteger o taiko de uma possível chuva.

A proteção foi executada em duas etapas. A primeira etapa consistiu na aplicação de revestimento no cilindro e a segunda etapa consistiu na aplicação do revestimento no couro.

1.1) Aplicação do revestimento no cilindro

Para o cilindro foi utilizado plástico maleável de cor vermelha, cor padrão para os taikos do grupo. Este plástico é totalmente impermeável. Também foram utilizadas fitas adesivas dupla-face. As fotos abaixo apresentam a aplicação do revestimento.

Aplicação do revestimento no cilindro, com o uso da fita adesiva dupla-face. Deve-se tomar cuidado com a ocorrência de bolhas. A aplicação deve ser feita de forma a alisar o plástico na superfície do cilindro. A aplicação da fita dupla-face é externa ao cilindro, sem encostar na superfície, de forma a preservar a pintura do cilindro.

Após aplicação do plástico, é necessário aplicar a fita adesiva dupla-face na borda do plástico, fixando no cilindro. Esta aplicação deve ser entre os plásticos, com o objetivo de ocultar a fita adesiva. Após isso é necessário efetuar os cortes das sobras nas partes superior e inferior do plástico.

Com poucas sobras, é necessário dobrá-las e prender com fitas adesivas dupla-face, conforme mostra a figura acima.

O revestimento fica totalmente liso, protegendo o cilindro de madeira das intempéries, sendo possível alterar a cor dos taikos.

1.2) Aplicação do revestimento no couro

A aplicação do revestimento no couro utilizou fitas adesivas "crepe" e plásticos PVC transparente (cristal). Primeiramente foi feito o molde circular com sobras de 8 a 10 cm em relação ao diâmetro do couro. Em seguida foi feita a aplicação com o plástico abaixo do couro e realizada as dobras, de forma que as sobras ficassem na parte interna do taiko. A aplicação das fitas crepes tem como objetivo fixar as dobras do plástico.

Não é necessário que o plástico fique totalmente esticado acima do couro. As folgas serão tiradas quando o taiko for afinado.

Após encaixar o couro no cilindro, são feitos os furos para a passagem do encordoamento. Na figura acima é mostrado o resultado do couro esticado, depois de executadas algumas voltas no encordoamento.

Por fim, é feito o encordoamento e executada a afinação.

2) Resultados

A intenção do grupo na aplicação do revestimento foi somente para a proteção do couro e do cilindro em relação à chuva, não há como impedir a diminuição da sonoridade, embora pequena. Este revestimento possui pequena durabilidade em relação aos choques mecânicos, possibilitando a ocorrência de furos e rasgos durante a execução de músicas conforme o tempo.

Esta proteção também é válida para evitar a oxidação dos aros metálicos no interior do couro, isolando os aros da umidade.

3) Sugestões

Caso algum grupo tenha a experiência na aplicação dos revestimentos, sugerimos que divulgue o orçamento de custos e o tempo de aplicação para cada taiko, bem como as principais dificuldades de execução.

4) Considerações Finais

Agradeço a colaboração dos tocadores Mari Kamia e Manabu Kaneoya pela disponibilidade na divulgação das fotos, ao grupo Shimadaiko de Florianópolis pela apresentação e execução da metodologia e aos líderes Kouki Uemura e Teruo Tanaka pelo incentivo na criação deste artigo.

A divulgação de idéias entre os integrantes dos grupos de taiko é uma forma de demonstrar a união, respeito e companheirismo que existe entre os tocadores. Este artigo foi escrito seguindo esta filosofia.

5) Contato

Caso tenha alguma dúvida, sugestão ou crítica, envie e-mail para contato@felipetamashiro.com

Terei o maior prazer em ajudar.

Att.

Felipe Tamashiro

www.felipetamashiro.com